Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

30 anos da arte gráfica brasiliense

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Para mim é um prazer porque eu nunca pensei que um dia um maranhense lá de Barra do Corda, do estado do Maranhão, fosse trabalhar de arte para ser divulgado aqui em Brasília como eu estou sendo hoje. Eu trabalhei 44 anos dentro da roça, lá no Maranhão, e me aposentei por invalidez, não pude mais trabalhar na roça. Aí comecei a brincar. Muita gente tem como arte, para mim é uma brincadeira. Quando eu estou trabalhando eu estou é brincando. Eu tenho uma inspiração hoje fora do comum. Quando eu vejo um pedaço de pau no meio da rua, já sei o que vou fazer daquele pedaço de pau. Hoje eu tenho trabalho em diversos países estrangeiros. E no Brasil todo eu já tenho trabalho espalhado. E quanto mais eu trabalho, mais vontade eu tenho de trabalhar na natureza do cerrado.”

“Cheguei aqui há 29 anos. De início, eu entrei na UnB para fazer artes plásticas. Na minha gravura, eu fiz o registro das minhas mãos e, na minha pintura, eu parti do registro das mãos e fui caminhando para registro de solo, do solo de Brasília.”

“Estamos aqui em Brasília há mais de 30 anos e nós formamos a nossa visualidade aqui. Eu acho que Brasília contribuiu com muita coisa no cenário nacional na música e no teatro. Percebo que as artes plásticas em Brasília começam a tomar esse vulto e começam a sair para fora de Brasília e ganhar o eixo Rio-São Paulo.”

“A idéia foi resgatar um pouco dessa memória visual, essa memória cultural de Brasília ao longo desses 30 anos. É um panorama do que foi e do que é a arte gráfica brasiliense.”

Agosto de 2001