Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

A peça “Qualquer gato vira-latas tem uma vida sexual mais saudável que a nossa”

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Fabiana Alvarez: Oi gente. Nós estamos aqui, eu Fabiana Alvarez, Giuseppe Oristanio e Cássio Reis. Estamos aqui em Brasília pra fazer pra vocês a peça “Qualquer gato vira lata tem uma vida sexual mais sadia que a nossa”, uma comédia que você não pode perder.

Giuseppe Oristanio: É um texto premiadíssimo do Juca de Oliveira, dirigido pela Bibi Ferreira. É uma comédia muito divertida que fala da relação entre homem e mulher. A gente sabe o quanto a gente fica bobo quando fica apaixonado. Eu faço um professor de biologia que tem a seguinte teoria. Que se as mulheres se comportassem como as fêmeas de todas as outras espécies animais elas seriam muito mais feliz. O personagem da Fabiana, que é uma menina que sempre se dá mal com os namorados, acha isso um absurdo, uma tese machista, boba, mas é infeliz. E pede pra que eu dê a ela alguns conselhos à respeito dessa teoria para que ela possa aplicar com o namorado, que é o personagem do Cássio.

Fabiana: E olha, gente, dá certo. Eu quero falar para todas as mulheres que estão infelizes. Venham ao teatro, venham se divertir em primeiro lugar, e depois, aprender como conquistar o seu homem, o homem da sua vida.

Cássio: Mais de 700 mil pessoas já assistiram no Brasil inteiro. Nós estamos entrando no 7º ano em cartaz e eu convido você, todo mundo que está em casa, hoje às 21h, domingo às 20h aqui na Funarte, no Teatro Plínio Marcos. Venham conhecer o Marcelo, que é um canalha nato, que engana as meninas, principalmente essa pessoa bonitinha que é o personagem da Fabi, que é a Tati. Venha conferir de perto.

Giuseppe: O fato é que todo mundo que tenha 15 ou 80 anos de idade, não importa a idade, todo mundo que já se apaixonou se identifica com as situações que a peça mostra e se diverte adoidado. Então, se você ainda não tem um programa pra esse final de semana, hoje às 9 da noite, amanhã às 8 da noite aqui na sala Plínio Marcos do Complexo Funarte.

Fabiana: A gente tá esperando vocês.

Outubro de 2004