Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

A Távola de Six, por Álvaro Abreu. Gastronomia e amizade

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“A gente tem um grupo de amigos que gira todo em volta de um fogão. Então a gente vai cozinhando, cada dia tem um prato novo, cada dia tem uma coisa nova. E tem aqueles que ficam: “pô, você tomou nota dessa receita?” “Não, não tomei nota de receita não” “pô, mas tem que anotar, no dia que você morrer nós não temos essas comidinhas aí, você tem que escrever um livro de receita”.

Mas livro de receita é um negócio sem emoção. Você consulta igual um dicionário. Então eu parti para essa. Eu jamais escreveria um livro de receitas. Mas escrever um romance com receitas onde nós podemos ter as nossas emoções manifestadas é muito diferente. Uma leitura muito leve, uma história muito descontraída que o leitor lê com facilidade, com descontração. Dentro dessa história eu uso o enredo, a trama, para jogar os pratos que estão sendo preparados. Unindo o estômago ao agradável.”

“Eu sou até suspeito porque primeiro eu acho que o Alvinho já é um grande artista de muitos anos. Escrever é como o Jorge Luiz Borges diz: “você abre a torneira, aquela primeira água sai meio enferrujada, depois ela vai clareando.” Então quem ler esse livro vai ter uma surpresa muito agradável. O enredo é muito gostoso. A trama que ele cria é em volta dos amigos. Vai se discutindo as relações de amizade, amorosas, e sempre mediada pela culinária. Ele vai tramando as pessoas com aquele cheiro, com aquele sabor.”

“O livro é uma apologia à amizade. A gente pede a Deus a saúde. Porque com a saúde a gente vai trabalhar, vai se virar, vai dar conta do nosso recado do dia a dia. Então o que a gente quer para o resto da vida? Você quer carinho, amor e amizade. Você tendo esses três, é a glória, é a realização total, você não precisa de mais nada na vida.”

Junho de 2005