Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Caiaque pólo, adrenalina dentro da piscina e suas regras

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

O começo do caiaque pólo foi… recebemos um convite para ir para o brasileiro em Blumenau em ’96. Fizemos um time de canoístas inexperientes. Fomos lá, gostamos e trouxemos a novidade. Teve a escolinha na UnB, onde as meninas começaram e de lá pra cá só foi crescendo.

Eu acho que caiaque pólo não tem esse limite de idade não. Tem um filho de dois canoístas aqui, desde que ele se entendia por gente… eu acho que ele começou a remar antes de começar a andar. Acho que quando quiser, já pode começar. As categorias são: feminino, tem masculino master, masculino sênior, masculino junior, normalmente feminino é open, né? E cadete.

A regra foi feita pra proteger o atleta. Então, você não pode remar no companheiro, você não pode bloquear. Pode parecer um esporte bruto, mas sabendo jogar, respeitando as regras, fica bem seguro.

São 5 caiaques de cada lado, 2 gols suspensos a 2 metros de altura, 1 bola. São 2 tempos de 10 minutos e um intervalo de 3 minutos. E ninguém machuca ninguém porque tem as proteções no caiaque e quando a pessoa chega o remo a mais de 1 metro perto da pessoa já é falta.

O caiaque pólo é um esporte super radical. Tem que ter muito preparo físico. Ele também associa as pessoas porque é um esporte coletivo dentro da piscina, aqui em Brasília é seco, trabalha coordenação…

Então os campeonatos tem os regionais, tem a Copa Brasil e tem o brasileiro que é uma vez por ano. Tá sempre tendo. A gente faz campeonato no parque, a gente tá sempre movimentando. É só vir, entrar em contato e remar com a gente.

Quem quiser emoções fortes com segurança, pode vir que estamos aqui esperando.

Maio de 2004.