Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Cia Mambembrincantes de teatro e música popular brasileira e tradicional

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Cia Mambembrincantes de teatro e música popular brasileira e tradicional
Eduardo Chauvet: Aqui ao meu lado, o Léo Terra e o Chico Nogueira. O Chico é um dos fundadores da companhia Mambembrincantes de teatro e música, que surgiu no ano 2000. Como é o trabalho de vocês?

Chico: A gente começou como uma companhia de teatro de rua. Como o teatro de rua brasileiro é sempre muito musical, nós fomos juntando músicas que nós compúnhamos e músicas tradicionais do teatro de rua brasileiro. Aí, acabamos formando um trabalho musical também. E nesse trabalho musical, já lançamos o nosso segundo disco, que se chama “Ao Morro”.

Eduardo: Hoje vocês tem também espetáculo montado no teatro tradicional?

Chico: Nós temos dois espetáculo: um de teatro de rua e um de teatro de bonecos. E o espetáculo musical que se chama ‘Canções Mambembrincantes do Nosso Brasil Gigante’.

Eduardo: A companhia então mescla: perna de pau, teatro de bonecos, teatro de rua, música ao vivo…

Chico: Exatamente. Muita influência circense e a nossa influência fundamental, nossa base de trabalho mesmo é a cultura popular brasileira que se manifesta nas ruas, nas festas tradicionais que a gente chama de teatro popular, que são: bumba-meu-boi, folia de reis, catira, cateretê, reizado e tantas outras coisas que acontecem tão bonitas pelo Brasil.

A gente acredita que a cultura popular brasileira vai se manter viva na medida em que tiver gente que seja capaz de estar recriando ela cotidianamente. A gente acredita simplesmente em um trabalho de conservação, de resgate da cultura tradicional que possa manter a cultura viva. Para a cultura estar viva, ela tem que estar sendo recriada todos os dias. Então esse para nós, é o nosso desafio, nossa grande alegria. É estar fazendo cultura popular brasileira hoje, aqui, a partir dos elementos que o nosso povo nos deu, que o nosso povo nos dá, nas festas que acontecem. Então a gente compõe, constrói, estrutura todo o nosso trabalho nessa necessidade de estar a mantendo viva pela construção cotidiana. Para nós é o nosso desafio, nossa alegria, nossa fé, nossa esperança.

Abril de 2005