Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Cia Vatá de Sapateado. A dança brasileira é um sapateio

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Eu sou coreografa e diretora artística da companhia Vatá. Vatá na verdade significa ritmo em Yorubá. Nossa linguagem principal é o sapateado, então a gente trabalha em cima de matrizes dos folguedos e das tradições. A tradição não está estagnada. Pra mim é contemporânea, então na verdade eu só me aproprio de uma forma muito respeitosa do que provém dos mestres da tradição brasileira e que me inspiram pra trazer para o palco um pouquinho do que chegam em mim.

A dança brasileira é um sapateio. O samba é um sapateio, o maracatu é um sapateio, o reisado caretas é um sapateio. A gente está fazendo uma coisa que nós brasileiros fazemos. E faz parte da minha identidade, faz parte da minha cultura. Seria mais difícil pra mim sapatear um blues, um jazz porque meu ouvido não está tão acostumado a isso. É como se de repente eu fizesse parte dessa grande brincadeira, desse grande terreiro que é a nossa identidade.

Essa alegria e essa preocupação, vamos dizer entre aspas, antropológica do ritmo e desse corpo é o que mais me fascina para o que vamos dizer, enfeitar o meu trabalho, trazer para os meus bailarinos essa possibilidade de um corpo vivo, de um corpo brincante. E esse festival é, pra mim, absolutamente importante. A troca entre nós que não nos conhecíamos. Eu do Ceará, o Bruno de Niterói ou alguém de São Paulo e o outro da Bahia. Essa troca da gente se conhecer, nós brasileiros conhecermos a nossa própria arte.

Eu acho pra mim um presente dos deuses poder participar junto com outros criadores porque eu vou sair daqui com uma impressão diferente no meu corpo, na minha maneira de pensar ,na minha maneira de construir o meu pensamento como criadora. Com certeza.”

Abril de 2003