Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Diários de motocicleta, um filme de Walter Salles sobre Ernesto Che Guevara

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Diários de Motocicleta, a mais recente produção dirigida pelo Walter Salles, é um filme que mostra o inicio da trajetória de Ernesto Che Guevara, antes dele se tornar o líder revolucionário. Quando ele era ainda um jovem estudante de medicina que resolveu percorrer América do Sul em companhia de um amigo, o também argentino Alberto Granado.

Essa jornada de 2 amigos pela América do Sul é o que há de mais interessante nesse filme. Um dos pontos altos de Diários de Motocicleta é a fotografia. A gente se surpreende com a imensa variedade da paisagem da América do Sul. Desde as filmagens em Cusco no Peru até o início do filme na Argentina, nós vemos uma variedade de paisagens que poucas vezes encontramos nas telas dos cinemas.

Uma das coisas mais interessantes de Diários de Motocicleta é o fato de mostrar um Ernesto Che Guevara antes da boina, ou seja, antes de ele assumir a identidade do herói revolucionário que virou mito no mundo inteiro.
A gente presencia o inicio da descoberta de um continente.

Ele é um jovem de classe média, um jovem estudante de medicina que começa a tomar consciência das imensas dificuldades que enfrentam a América do Sul e é isso que o move e inicia a sua trajetória.

Apesar de não ser o melhor filme de Walter Salles, Diários de Motocicleta cumpre com perfeição a sua missão: mostrar o inicio da carreira de Ernesto Che Guevara ainda como o jovem Ernesto. O filme parte de principio de integração latino-americana que é essencial pra que a gente conheça essa trajetória, aprenda um pouco do passado pra refletir sobre o que a gente está fazendo no presente… pra ver se é possível encontrar algum futuro nesse nosso continente.

Um filme dirigido pelo brasileiro Walter Salles, uma co-produção de 4 países que é falada em Espanhol e que mostra a possibilidade de união da América do Sul e da América Latina.”

Maio de 2004