Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Entrevista com o ator Jovane Nunes dos Melhores do mundo. Parte 2

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Jovane Nunes: Nos Melhores do Mundo a gente tem uma coisa principal que é o teatro. O nosso negócio é teatro. Não é TV, não é nada. Mas acontece que a gente sempre precisou de um suporte audiovisual. Porque o teatro é efêmero. Você apresentou e acabou. Aquilo não vai se repetir mais. A outra sessão da mesma peça é diferente daquela.

Então a gente falou “vamos fazer cinema, vamos fazer TV, um programa de humor na tv”. O grupo não quis ficar mais. No cinemam nós fizemos um curta-metragem chamado “À espera da morte”. Teve aqui no Festival de Cinema. Foi em vários festivais do Brasil. A gente ganhou alguns prêmios com isso. E esse filme está como extra no nosso DVD. Esse foi outra coisa também de suporte audiovisual.

A gente começou a fazer DVD das peças. Foi muito bacana isso, porque deu uma popularizada muito forte. Quem não tem o hábito ou não pode ir ao teatro compra o DVD e tem a peça em casa. Fizemos 2 DVDs que é o “Notícias Populares” e o “Hermanoteu na terra de Godah”. Mas agora a gente está trabalhando para fazer um longa-metragem. A gente está em fase de fazer o roteiro, de pré-produção, essas coisas. Acho que talvez no ano que vem a gente vá filmar.

Eduardo Chauvet: Os Melhores do Mundo estão há quanto tempo na estrada?

Jovane: No dia 21 de abril, que é o dia do aniversário da cidade, a gente fez 15 anos. Essa data a gente conta a partir da entrada do Adriano Siri, que foi o último integrante do grupo atual. Depois que ele entrou deu certo.

Eduardo: E não se mexeu mais desde então. Casamento perfeito. São 6 hoje?

Jovane: É, são 6. Eu, Welder, Adriano, Victor, Pipo e a Adriana Nunes.

Eduardo: Tem ideia do número de espectadores que já assistiram uma peça ao vivo dos Melhores do Mundo?

Jovane: A gente faz por final de semana pra 6 mil pessoas. É a média de público nosso por final de semana. Então por mês dá 24 mil.

Eduardo: Por ano dá 286 mil. Depois de 10 anos, 2 milhões 860 mil. Daqui a pouco, 180 milhões de brasileiros.

Jovane: Se você for ver, o Joseph Climber no Youtube, tem mais de 20 milhões de acessos. A gente ganhou uma recomendação. Chegou um documento do Youtube falando disso, que o nosso vídeo é um dos mais vistos do Brasil. O Joseph Climber tem 20 milhões. Um trechinho do Hermanoteu tem mais de 10 milhões.

Dezembro de 2010