Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Erwelley Cardoso, escritora da periferia de Brasília

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Desde os 10 anos, quando eu descobri que escrevia, é como se me submetesse na mente uma certa quantidade de frases. Eu não conseguia guardar só para mim. Quanto mais eu escrevia, mais vontade de escrever eu sentia.
Eu saí da minha cidade porque é uma cidade muito pequena. Eu senti essa necessidade de ir para um lugar maior, até para divulgar isso. Eu achei que eu ia achar apoio suficiente. Só que foi bem difícil porque muitas pessoas fazem isso.

Eu tive que trabalhar muito durante todo esse tempo, dos 16 até agora, para estar conseguindo fazer o primeiro lançamento do livro. A minha dificuldade maior agora está sendo a divulgação, que é de estar vendo pessoas críticas, que entendem da literatura, para estar dando opinião, falando o que acha.

Os temas são muito variados. Ultimamente eu venho escrevendo mais sobre o que está abrangendo essas coisas, problemas e tudo. Desde sempre foi assim. Sobre as coisas, sobretudo. Eu não paro diretamente para pensar no que escrever. Eu faço o que vem na mente e sai uma coisa legal.

Frequentemente eu faço mais poemas e sonetos. Também textos que refletem mais o que as pessoas estão passando. Porque de repente eu pego mais sentimentos das pessoas do que os meus.

Desde os 15 anos que eu venho me aperfeiçoando. Eu faço soneto sem saber o que seria soneto. Só a partir de contato com professores eu fui identificando que soneto era soneto, que poesia era poesia, que tinha separação, que tinha que rimar.”

Setembro de 2004