Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Jane Monheit, do jazz a bossa nova com Tom Jobim e Ivan Lins

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Sou muito ligada à música desde que nasci. Toda minha família é composta por músicos. Eu era muito criança e já cantava. Eu sabia que ia crescer e me tornar uma cantora. Eu sempre ouvi jazz e música brasileira por toda a minha vida. Foi um processo muito natural para mim. Sempre tive muita influência da música brasileira e acho que isso acontece com todos os músicos de jazz. Não conheço nenhum músico de jazz que não adore tocar Tom Jobim e Ivan Lins. Eu gravei Dindin e Águas de Março em inglês. No próximo CD vou gravar Começar de Novo em português e estou tão animada. Português é uma língua tão linda, perfeita para cantar.

Eu só espero que as pessoas compreendam que o jazz tem uma riqueza incrível. Jazz é totalmente embasado em expressões pessoais. E isso é o máximo. Não é à toa que estas músicas estão vivas há décadas. Enquanto você estiver concentrado nas coisas certas da vida, que para mim é a música, nada mais importa. Independe se as pessoas te adoram ou não. E agora que eu, Jane, sinto-me madura… Estou feliz.”

Abril de 2002.