Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Jogo de Cena Especial 25 anos – parte 1

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Eduardo Chauvet: O Jogo de Cena comemora 25 anos de estrada e você assiste a partir de hoje uma série de matérias sobre este que é um dos principais eventos culturais da história da nossa cidade.

Similião Aurélio: Olá, eu sou Similião Aurélio e eu e Ribamar Araújo temos a bela missão de hoje visitar os 25 anos do Jogo de Cena. Mas antes vamos ver uma pequena exposição de fotos desses anos de história e glamour.

Ribamar Araújo: Aqui vem o Wellder e Pipo, os apresentadores do Jogo de Cena e também dos Melhores do Mundo fazendo sempre umas palhaçadas, uns micos. Público sensacional sempre aqui comparecendo ao Jogo de Cena, participando dessa alegria imensa que é o Jogo de Cena. Chico Simões, sensacional. Temos o Miquéias, maravilhoso Miquéias, que é inacreditável.

Similião: Senhoras e senhores. O Jogo de Cena existe há 200 anos, mas o responsável por ele hoje, nos últimos 20 anos…

James Fensterseifer: É uma vida, né? Quase um karma. Um karma positivo, eu diria. Sem o Jogo de Cena muitas coisas não aconteceriam na minha vida e na vida de muita gente. A gente tava até comentando mais cedo, por exemplo, que as Namoradeiras, que vão se apresentar hoje, se elas não tivessem se apresentado em 89, talvez não existissem os grupos “A culpa é da mãe”, “Melhores do Mundo”. O Jogo de Cena foi a raiz de muita coisa.

Ribamar: Quando eu conheci James ele era bem cabeludo e mais magrinho.

James: Foi onde surgiram grandes artistas de Brasília, do Brasil. Serve como um formador, tanto de plateia quanto de artistas. Os artistas vão ao palco para experimentar. E a plateia jovem, que nem sempre é tão amarrada ao teatro tradicional assiste a pequenos trechos e acaba se amarrando nisso.

Ribamar: Vou apresentar pra vocês a princesa Léia. Ela é a fotógrafa do Jogo de Cena. Graças a ela as fotos que saem no jogodecena.com.br são feitas por essa princesa do espaço. Brincando de tirar foto.

Tem uma pessoa que é o mestre dos magos. O mestre dos mestres. Ele fez Caverna do Dragão. Vamos conversar agora com o nosso querido mestre da pipoca. Esse senhor faz pipoca há mais de 400 bilhões de anos.

Augusto: Tenho pouco tempo de Brasília, cheguei aqui em 59.

Ribamar: Figura emblemática de Brasília. E aí, tá animado?

Rogério Midlej: Animadíssimo. Não podia perder essa noite de jeito nenhum. Canta um parabéns pro Jogo de Cena com essa sua voz linda de sabiá.

Rogério: Só se você cantar comigo.

Jaime Ernest Dias: É referência pra todo mundo aqui de Brasília. É bom que essas coisas se mantenham pra que Brasília tenha cada vez mais visibilidade em relação à cultura.

Adriana Nunes: Parabéns, Jogo de Cena. É muito importante esse trabalho. Vida longa ao Jogo de Cena.

Ribamar: Aproveitando que está um sucesso nosso espetáculo que estreou dia 20.

Adriana: O espetáculo se chama “é ruim mas é bom”, com Delon e Dinei, que é uma dupla. Com participação nos textos de Ribamar Araújo com o maestro XXX e o percussionista Fred Magalhães no Espaço Cultural do Brasília Shopping até o dia 12 de setembro de sexta a domingo. Uma comédia musical, vocês não podem perder.

Setembro de 2010