Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Jovane Nunes dos Melhores do Mundo parte 1

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Eduardo Chauvet: Plataforma da rodoviária do Plano Piloto, Jovane Nunes dos Melhores do Mundo. Na verdade Os Melhores do Mundo, do Brasil. Vocês estão rodando muito, né? É uma tour que não acaba nunca?

Jovane Nunes: Eu acho que são várias coisas. Primeiro, o tempo todo que a gente ficou aqui em Brasília, o repertório que a gente criou, várias peças… E essas peças o Brasil não conhece ainda. A gente agora que está começando a viajar e tudo. Depois do sucesso do Joseph Climber e tudo que a internet fez por nós com a divulgação do nome e tal… levando o nosso repertório e levando uma coisa legal, que é o nome de Brasília. No começo as pessoas falavam “mas vocês são de Brasília? Brasília tem teatro, Brasília não é só política?”. A gente falou “não, Brasília é tudo. Brasília tem gente, tem vida”.

Eduardo: Gente séria, gente honesta…

Jovane: É, então é uma cidade como outra qualquer.

Eduardo: Quando vocês não estão se apresentando em algum lugar é porque vocês estão precisando de um descanso, não é isso?

Jovane: Nós temos o nosso escritório aqui em Brasília que cuida da nossa agenda toda. Então, por exemplo, agora a gente já está em dezembro de 2010. Nós fechamos já a nossa temporada de 2011 inteira. Então a gente já sabe o que vai fazer em dezembro de 2011, que cidade a gente vai estar e que dias vai ter folga, tudo isso.

Eduardo: Diferentes personagens, diferentes trabalhos, inclusive vocês também tem diferentes projetos pessoais inclusive, é isso?

Jovane: O fato de você trabalhar em grupo, e a gente tem sorte de ter um grupo legal, pessoas que contribuem em vários aspectos dos seus talentos. Isso compõe o grupo, nosso grupo é muito unido, muito coeso, pensamos da mesma forma sobre humor e tudo. Mas também existe espaço pra você fazer sua coisa individual. Eu escrevo uma coluna no Correio Braziliense, o Pipo tem o trabalho dele com música, o Wellder é um designer espetacular, faz cartaz, faz capa de livro. E eu também escrevo meus livros. Mês passado eu lancei meu segundo livro, que é “A Escrava Isaura e o Vampiro”. Bacana isso, do nada você vai na loja, na livraria, chega lá vendo seu livro pra vender.

Dezembro de 2010