Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Matheus Nachtergaele e seu trabalho como ator

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Eu mais aprendo do que ensino, até falando com você agora dando entrevista… eu fico pensando coisas e descobrindo coisas pra dizer né. Eu aprendo muito ao tentar contar para as pessoas a minha experiência. A experiência que eu tenho até aqui, são 10 anos trabalhando como ator. É impossível retirar a experiência de vida do trabalho de um ator. Eu acho que o trabalho de ator é um trabalho de depoimento pessoal. Eu acho que todo o personagem, apesar de parecer outro, só pode ser feito se ele se transformar em você. Cada fala de um personagem tem que ser em primeira pessoa, você tem que conseguir fazer isso. Que aquele personagem sirva pra que você possa falar algo que você vê do mundo e que você queira dizer sobre o mundo, primeira pessoa.

Permanece viva em mim a crença de que isso é um trabalho com uma função positiva. Acho que na hora que eu acreditar que ser ator não interessa mais pros outros brasileiros que eu não possa mais estar encarnando os personagens que nos traduzam de alguma maneira… Eu tenho tido a chance, a oportunidade também de encarnar personagens muito conectados com a realidade mais difícil que o povo brasileiro atravessa. Os marginalizados, os Joãos Grilos, os cinturas finas os Jós, os woyzecks, pessoas que tão sobre pressão e tentando entender porque que a terra ficou tão injusta para a maioria de nós.

“O que importa na nossa profissão não é vencer, não é brilhar como eu tanto esperava e sim permanecer, persistir, carregar a cruz e ter fé. Eu tenho fé. Eu sei qual é a minha vocação e quando eu penso nela eu não tenho mais tanto medo da vida.”

Setembro de 2003