Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O início da Noite Caribenha de Brasília, uma das mais tradicionais da cidade

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Eduardo Antonio, organizador: Eu comecei as noites caribenhas tocando em várias boates da cidade promovendo a noite caribenha, a cultura caribenha, a cultura latina. O brasileiro tem aquela coisa, aquele swing, aquele gostar da dança, da música, de tirar o estresse pela música, assim como nós temos.

Então, aqui na ASBAC temos um ano, toda sexta-feira. Sempre assim como você vê. Cheio, com sucesso, graças a Deus. E as pessoas, o público lindo de Brasília que, embora tenham fama de ser muito frios, nós aqui descobrimos o lado quente dessas pessoas. O ‘playboyzinho’, a ‘patricinha’ chegam um pouco com medo, com aquela postura, mas é só ficar aqui uns 15 minutos, aí esquece.

É muita gente da dança de salão. Então é um meio completamente diferente. Todo mundo dança com todo mundo sem problema nenhum.

Eduardo: Não precisa saber dançar. É só chegar. Primeiro fica se mexendo, não demora pra que um cara ou uma menina te puxe para dançar. Aqui todo mundo é igual não tem diferença de raça, de status social, de profissão. Todo mundo se mistura. Aqui não tem briga.

Aqui dão mil pessoas, como vocês podem ver, mas nunca deu briga aqui. Aqui é o point do pessoal estrangeiro aqui em Brasília. Não só latino, não só caribenho. Também o público de embaixadas americanas, européias, de toda idade.

Muita diversão, pessoas conhecidas, pessoas alegres.

Outubro de 2002.