Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O livro “Improve your pronunciation” do Professor Chauvet da UNB

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Professor Chauvet: O nome do livro em inglês é “Improve your Pronunciation”. O objetivo é se transformar numa ferramenta que venha a ajudar o aluno a adquirir um sotaque melhor na língua estrangeira, no caso o inglês, e que isso venha a facilitar mais a comunicação. Ou seja, tornar a comunicação mais eficaz. Não é uma questão apenas de você aprimorar a pronúncia pela pronúncia. É aprimorar a pronúncia no sentido de conseguir uma comunicação mais eficiente.

É uma tentativa de ver em que medida esse livro com os símbolos fonéticos que ele usa, pode ajudar o estudante brasileiro, o professor brasileiro a pronunciar melhor. Não na linha do pronunciar melhor para parecer melhor, mas para se comunicar melhor.

Publicar um livro pela editora da UnB é sempre um desafio muito grande.

“É uma das mais antigas editoras universitárias brasileiras. Ela foi fundada logo no início de Brasília, no início da Universidade de Brasília. Já tem no seu catálogo mais de 1600 livros publicados, muitos livros adotados pelos cursos, muitos livros que fizeram história”.

Chauvet: Publicar pela UnB é um privilégio. Eu me acho privilegiado.

“Lançar um livro é trabalhar bastante. Trabalhar bastante antes e trabalhar bastante depois na hora de lançar. A gente consegue aperfeiçoar cada vez mais. É muito trabalho mesmo mas tem sido muito recompensador também.

Chauvet: Pois é, eu estou lá desde setembro de 1964. Eu tenho a impressão que eu sou o decano da UnB. O mais antigo ainda em atividade. Sem pretensões a virar múmia. Sempre letras e sempre com enfoque principal na fonética, fonologia. Ou seja, na pronúncia da língua inglesa.

O Professor Chauvet cultua muito o que o Gonzaguinha falou algum tempo atrás, que eu me repito sempre. Eu cultivo a beleza de ser um eterno aprendiz . Então, pra mim esse é o item mais importante do meu currículo.

Dezembro de 2006