Os Melhores do Mundo em Tira Codinome Perigo

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Tira Codinome Perigo” é um dos nossos maiores sucessos. Remonta a 1994, quando essa companhia era feita apenas de crianças divertidas, de sonhos, de muita alegria e, naquele momento então, Adriana Nunes dirigiu o espetáculo chamado “Tira Codinome Perigo” protagonizado por Ricardo Pipo, que ali está.

É um apanhado dos clichês do cinema americano. Tudo que aprendemos na sessão da tarde, sessão aventura, que entretinha. E esses filmes tem uma linguagem que só existe nas dublagens de filmes em português. Por exemplo, o cara entra no bar e pede um drink: “me vê um drink”. Aí o garçom já entrega imediatamente, não pergunta qual é. As pessoas entram e saem de taxi e não pagam. Existe o famoso “peguem-no”, “alcancem-no”. Ninguém fala isso. E essa expressão mesmo de chamar policial de “tira”, isso só existe no cinema. Tira é uma expressão nascida da dublagem para português para caber no síncrono né: “cop”. Tem que falar rapidinho, não caberia “policial”, então botaram tira. E aí pegamos todos esses clichês e fizemos o que a gente faz de melhor que é besteira, fazer rir, bobagem.

A história básica é o policial que perde o parceiro…
… e aí é tirado o distintivo dele, ele não pode mais atuar…
… e ele quer fazer justiça pelas próprias mãos e tal.

Cada vez que é remontado um espetáculo ele traz novidades da atualidade, do cenário político, que tem sido extremamente generoso com os humoristas. Então a gente pega o que está acontecendo e incorpora ao texto e isso rende muitas cenas legais, divertidas. Há identidade imediata com a platéia e com o momento político atual lamentável.”

Agosto de 2005