Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Os Parlapatões, comédia destruidora para mudar valores

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“A companhia tem 11 anos mas esse livro saiu agora comemorando os 10 anos da companhia. Página branca. E tem espaço pra quem quiser psicografar. E o grupo na verdade começou há 11 anos atrás com o Hugo, essa pessoa que está aqui. E aí foi agregando pessoas e a gente na verdade desempregado, veio acreditando na história dele. Eu por exemplo sou sexy symbol. Completamente! Com esse corpinho você acha que ele ia ser o que na companhia, o sexy symbol.

Mas então vocês abusam muito de que, de humor?

De mim ninguém abusa não. (risos) A gente usa muito humor. A gente fez ao longo dos 11 anos, 19 produções, das 19 produções, 19 eram comédias. A comédia sempre tem um fundo ou filosófico ou com alguma coisa para as pessoas levarem para casa. A comédia ela é destruidora, ela pode quebrar valores ou modificar valores. Não que a gente vá modificar o mundo mas com certeza o humor da pessoa que chega carrancudo no teatro… vai chegar mais feliz e modificar. Pelo menos aquele teu dia vai estar mais levezinho.

Eu acho que o grande barato da companhia é a gente juntar os recursos do teatro de rua, a comunicação direta com a plateia e os elementos circenses que vem um pouco porque a gente se conheceu na escola de circo. E jogar com o raciocínio do espectador né, não desprezar a inteligência do espectador. Isso aqui era o sexy symbol Claudinei, ela fazia uma cena, ela fazia um bebezinho falando sobre a sua iniciação sexual, então era um bebezinho de um espetáculo chamado “Poemas Fesceninos” que resgatava uma porção de poemas eróticos da idade média. Tinha uma linguagem super contemporânea e o público rolava de rir o tempo todo e não deixava de estar tratando de grande poetas.”

Setembro de 2002