Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Panorama do teatro brasileiro com Paulo Autran, Tonia Carrero, Juca de Oliveira e Eduardo Moskovis

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Qual o principal papel do teatro perante a sociedade?

Paulo Autran: Eu acho que é divertir com inteligência, com bom gosto e, principalmente, esclarecendo certas coisas, certos problemas do ser humano que o teatro discute como ninguém.

Ana Lúcia Torres: A gente quer dizer coisas, a gente quer transmitir, quer passar alguma mensagem, alguma coisa que nos tocou. Então a gente vai dar isso ao público.

Eduardo Moscovis: Eu acho que cada um tem a sua história a sua referência. Eu preciso muito e necessito muito do teatro, me faz muito bem. Eu comecei fazendo teatro.

Paulo Autran: O que mais me deixa feliz é ser ator, é estar num palco e me comunicar com a plateia, saber que eu estou transmitindo à plateia alguma coisa de agradável, divertido ou de emocionante ou de inteligente. E isso que é bom na profissão do ator.

O teatro não pode parar, o teatro é uma arte que está em eterna evolução. No teatro brasileiro, atualmente, você encontra espetáculos de todos os gêneros com todas as correntes do teatro moderno, do mundo inteiro… você encontra no Brasil, especificamente no Rio e em São Paulo.

Tônia Carrero: É um contar sobre o seu país, de que maneira. Aqui no Brasil, nunca se preocupou com a cultura que pode ser de cinema que pode ser de teatro. O teatro hoje em dia existe, de resistência.

Eduardo Moscovis: É a resistência. É por cada vez ser mais difícil a gente conseguir realizar, o fazer teatro, desde a fase de produção de captação, de viabilização financeira, até as manutenções e as viagens.

Tônia Carrero: Precisa de patrocínio. Você nunca ouviu dizer: “estou com uma peça para fazer mais não tenho patrocínio.”

Eduardo Moscovis: Isso é fundamental pra gente né, essa parceria. Agora, eu acho que além de viabilizar os projetos, eu acho que, no caso da Brasil Telecom, que foi onde eu tive acesso nos projetos que eles administram… o que eu acho mais interessante é que não existe só uma intenção de que seja algo temporário ou imediato. A gente foi conversar lá e a gente viu como os grupos, como eles apoiam grupos do Brasil todo e grupos de diferentes áreas, de dança, folclórico, circo, o que seja, teatro ou cinema. O mais importante de empresas como a Brasil Telecom é isso: possibilitar a manutenção.

Juca De Oliveira: O teatro é o rosto é a alma da população, de um povo. Você determina o nível de um povo através do seu teatro. Você chega na Itália e pergunta assim: como é esse povo? Assista o seu teatro e você sabe como é o seu povo. A alma do povo, a expressão do povo é o teatro.”

Outubro de 2002