Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Raízes do Brasil, cinebiografia de Sérgio Buarque de Holanda

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Miúcha Buarque de Hollanda: Raízes do Brasil é uma cinebiografia de Sérgio Buarque de Hollanda que é meu pai e feito pelo Nelson Pereira dos Santos. Eu estou de co-roteirista, atriz e principalmente fãzoca total. Na verdade são 2 filmes, acabou fazendo 2 filmes de 1 hora e pouca cada um. O primeiro é como se fosse o retrato do meu pai contado pelos descendentes, pelos 7 filhos, pelos 14 netos e os 4 bisnetos só fazem bonito né.

A grande atriz é a minha que hoje, com 93 anos de idade, descobriu uma vocação para o cinema. Ela está dando um banho em todo mundo.

E o segundo filme é baseado numa cronologia do meu pai e vem a história do Brasil desde 1902 até 1980 que foi quando ele morreu, 1982 aliás. Então você tem todo uma ideia do que aconteceu no Brasil, as mudança,s a gente foi sofrendo, foi passando e da influência da nossa história, das nossas raízes pra nossa formação.

Chico Buarque: papai não gostava muito de criança, ele gostava da beleza das meninas e da inteligência dos filhos. Criança ele não dava muita importância não. Achava muita graça em filho pequeno.

Miúcha Buarque de Hollanda: e tem uma coisa muito interessante porque ele considera que no Brasil colonial… o português que vinha pra cá era mais um aventureiro, vinha pra cá pra se dar bem na vida, pra ganhar o dinheiro e voltar lá pra terrinha. E que esses imigrantes todos vinham pra cá pra trabalhar, então hoje em dia o brasileiro é um trabalhador, foi se fazendo um trabalhador.

Então uma coisa muito bonita, eu acho que resgatam até a nossa auto estima. E fora isso, é uma lição de história do Brasil principalmente o segundo filme que você vai conhecer vários personagens, muita gente que você ouviu falar, você vai ver no documentário ou em fotos, tudo isso. Mas de uma maneira muito pouco didática, de uma maneira muito leve, divertida. Isso entremeado com trechos do Raízes do Brasil que é o mais conhecido do meu pai lidos por minha sobrinha Silva Buarque que é uma atriz e que está fazendo uma leitura maravilhosa.”

Maio de 2004