Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Raul Fora da Lei, montagem com as ideias e textos de Raul Seixas

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Roberto Bomtempo: o “Raul Fora da Lei” é um projeto antigo que eu tinha de fazer um monólogo com as ideais do Raul, com textos do Raul, e estreei isso, depois de algum tempo fazendo uma pesquisa, em 1999. Fiz algumas temporadas no Rio, outras em São Paulo, e era a ideia de fazer um cara que eu sempre admirei, um cara que eu me identificava com as suas ideias.

Deto Montenegro: aí a gente se encontrou em um trabalho de teatro musical, que eu já faço há um tempo. É um curso em cima da interpretação, do corpo, da musicalidade do aluno. Eu tinha gostado do Raul, do espetáculo. Falei: “vamos transformar isso para uma linguagem de galera, uma linguagem de 60 no elenco. A gente mantém o roteiro fiel, que é o roteiro do monólogo. Tudo que vocês forem ver é o roteiro do monólogo, só que a galera entrando e colorindo, ilustrando as cenas, às vezes com corpo, às vezes com mágica, às vezes com música.

Roberto Bomtempo: o fato de o Raul ser tão presente ainda hoje, tão admirado, principalmente pelos jovens, quase treze anos depois da morte dele, eu acho que o Raul tinha uma coisa de usar a arte dele para provocar. E eu acho que o jovem sente muito essa vontade. De provocar, de cutucar as estruturas que ele chega e encontra já fixadas. Então eu acho que a identificação com o Raul é a coisa que está mais atual ainda hoje na obra do Raul. Acho que até hoje é uma obra provocatica.

Deto Montenegro: a gente conta com a participação de uma banda de Brasília chamada “A Caixa”, mais a participação da galera, juntamos tudo, batemos no liquidificador e estamos prontos para atacar.”

Junho de 2002