Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Scraxo, rock na essência e pop rock com canções românticas

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“A banda foi formada em 95. A gente começou com uma proposta de pop rock mais rasgado. Banda de rock faz pop. E banda de pop nem sempre consegue fazer um rock and roll. E a gente é uma banda de essência rock and roll. Então a gente flerta com o estilo pop e a gente também temos canções românticas, mas nossa essência é rock.

“Na Virada da Panela” são todas músicas autorais, a não ser “Popstar”, que é do João Penca e seus Miquinhos Amestrados, que a gente regravou, e uma parceria com Loro Jones, que é um parceiro de composições já antiga que entrou no CD.

Eu gosto muito de rock inglês, da cena dos anos 80, das bandas nacionais, das bandas de Brasília e, lógico, dos Beatles.

Tudo que seja verdadeiro, que soe verdadeiro, me interessa e me influencia.
Eu sou tecladista e basicamente minha influência é o technopop e também no rock nacional, Barão, Cazuza…
Comecei com o punk, acabei indo para o metal e vim para o pop, que é a base de tudo na verdade. Você fazer um som e não conseguir agradar ninguém, não chegar às massas, não adianta. Então façamos um rock pop de qualidade.

A melhor coisa é você chegar no palco e a galera reconhecer seu trabalho. Eu acho que nada paga isso para um artista. Ele faz a música basicamente para isso. Para que ele seja reconhecido, para que outras pessoas gostem, curtam e pulem no show. É para isso que o artista vive.

Esse é o grande lance da música. Você conseguir se expressar e tocar o outro, tocar o próximo.”

Setembro de 2005