Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Sentupé, surf skate rock com um pouco do grunge e punk rock

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“A intenção da banda desde o início foi essa. A gente conseguiu uma galera que tinha a ver com relação a gostos musicais e a gente montou a banda comigo, o Kelder, a Lígia no baixo, o Bel. Desde então a gente está batalhando junto.

Vendeu legal o CD num tempo muito curto aqui em Brasília. E a gente transformou ela (a vendagem) em um outro investimento. A gente foi para o sul. Tinha tudo a ver com o nosso som. A gente estava em um lugar com praia.

A gente botou a aparelhagem da gente dentro do microonibus, as coisas que a gente podia levar e fomos na doida.
Lá a gente fez bastante contato. Show legais.

A gente resolveu fazer isso para tentar realmente se profissionalizar.
Para poder voltar uma outra vez com mais shows com uma coisa mais segura, uma estrutura melhor. As pessoas pegam legal o lance do rock. A gente se intitula “surf skate rock”. Porque a gente tem muita coisa do surf music atual, que é até um pouco do grunge misturado e um pouco do punk rock.

Quando você sobe ao palco acaba chamando a atenção. Uma menina, entendeu. Já vi muita coisa engraçada rolando do palco, rolando depois do palco, comentários e pedidos. Eu comecei a ganhar um nome como musicista mesmo e não está rolando mais essa surpresa.”

Março de 2003