Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Seu Pedro, artista plástico autodidata e lavrador da natureza

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Fui lavrador da roça 44 anos. Eu tenho trabalhos hoje em diversos países estrangeiros. Eu vou deixar uma coisa gravada aqui. Eu não vou dizer para você que eu sou artista. Sabe o que eu sou? Um lavrador da natureza. Esses galhos secos do cerrado eu pego, vou com o machado lá e corto, trago para cá e vou aperfeiçoar. Isso aqui era um pequizeiro seco. Eu fiz um dragão. Isso aqui tudo é madeira, é semente, é osso, eu uso muito osso também. Matéria Prima. Na hora que eu vejo aquela peça seca, o galho seco, eu já inspirei o que eu quero fazer daquele animal.

Eu tenho uma inspiração hoje que você não chega lá. Isso tudo é cola. Só aqui já levei dois golpes ontem. Eu não descobri esse dom. Esse dom quem me deu foi Deus, já depois de 57 anos. Eu fui nascido dentro do mundo animal. Eu nunca estudei. Eu não tenho o português. Eu estudei a carta de ABC e a cartilha. Se você fizer meu nome eu não leio. Só se eu fizer. Eu não sei escrever.

Isto é uma cultura? Meu trabalho é cultura? Eu não vou dizer para você que eu sou artista. Sabe o que eu sou? Um lavrador da natureza. Mas meu desejo é trabalhar. Pode ligar para mim aqui. Quem quiser visitar meus trabalhos aqui na Cidade Ocidental, as portas estão abertas. Eu recebo com honra.”

Setembro de 2001