Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Simoninha canta a swingueira da obra de Jorge Ben Jor

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

“Eu comecei na música obviamente em casa acompanhando meu pai que era um artista, o Wilson Simonal e foi aí que eu comecei a minha carreira. Eu comecei me interessando muito pelo backstage como produtor musical ou produtor de shows. Aí fui fazendo uma série de coisas, tocando com amigos, tocando em bandas, fazendo uma série de projetos até culminar com o meu primeiro disco de carreira.

O DVD Simoninha canta Jorge Ben Jor é um projeto especial. Eu quis montar um show com músicas do Jorge. Algumas não tão conhecidas, mas tão maravilhosas quanto. Um show obviamente com a minha cara, com meu jeito, com meus arranjos, mas que tem essa energia “Jorge beniana”.

Eu, sinceramente, acho que o Jorge não precisa de mais nada para ser engrandecido porque o Jorge está para sempre na história porque ele é um cara reconhecido no mundo inteiro, é um cara fantástico, é um cara que inventou um estilo, inventou uma onda que é copiada até hoje. Eu me sinto honrado em fazer esse show.

No DVD eu sou fiel à obra do Jorge. É um DVD que eu convidei muitos amigos para participar então tem participação de vários artistas. Mas nos shows agora na estrada, eu divido o show entre a coisa do DVD, um pouco as minhas músicas de carreira e canto até músicas que não estão no DVD, músicas que eu gosto e por uma razão ou outra, na hora que eu formatei o show achei que eles não caberiam ali. Então eu tento deixar a coisa dinâmica dessa forma.

Esse DVD tem uma coisa que eu acho que foi muito bacana. Ele está me apresentando para um público que até então não me conhecia, que ainda não me acompanhava. E aí essas pessoas estão me descobrindo, conhecendo os meus discos. Isso tem sido uma coisa muito bacana também.

Nas minhas músicas, nos meus shows, tem uma coisa de alegria sempre. Não é uma coisa que é alienada, mas tem esse componente, acho que é importante. O coração merece um pouco de alegria. E ser abençoado pela swingueira e a obra de Jorge Ben Jor.”

Setembro de 2005