Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Teatro com valores sociais, folclores e lendas na rede pública de ensino

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Eduardo: A professora Margareth aqui do Centro Educacional 04 de Taguatinga acredita que a sala de aula é pouco pra passar o conteúdo pros seus alunos. Ela desenvolveu o projeto “Quem conta um conto aumenta um ponto” fazendo com que os alunos possam levar pro palco, através do teatro, contos infantis, sempre relacionado com aquilo que eles teriam em uma aula normal. É isso?

Margareth: Exatamente. É essa ideia de transformar a sala de aula em algo prático, com motivação, que esses meninos possam produzir aquele conhecimento teórico que foi adquirido. E dentro do conteúdo que é a cultura não material onde a gente trata de questões como valores sociais, folclores, lendas… Eu lancei esse desafio pra que esses alunos, a maioria trabalhadores, trabalhadoras, mães pais, que eles pudessem ser protagonistas agora.

Assumir a parte de direção foi muito bacana. Os meninos gostaram muito, foi um trabalho muito bonito.

Margareth: A gente precisa motivar, a gente precisa atrair esses meninos pra sala de aula. A gente tem que tentar fazer com que a evasão desses meninos seja o mais baixo possível porque a gente tem que dar também pra essas pessoas o prazer de estar aqui em sala de aula. E o prazer de saber que é possível concluir sim o estudo, mas de uma forma lúdica, bacana, onde todo mundo trabalha em conjunto e possa fazer uma aula, construir uma aula mais interessante.

Algo que a gente vai aprender mais e vai crescer, evoluir bastante. Tô tentando dar o melhor de mim pra poder sair uma peça ótima pra encantar as pessoas que vão assistir.

Eduardo: Que lição fica daqui?

O aprendizado.

Eduardo: Aprender com prazer, né?

Margareth: Exatamente. Isso é possível. De forma simples, sem muitas invenções e sem muitas tecnologias, de maneira criativa apenas. Valores morais, valores sociais que sempre a gente vê nos contos infantis. Eles hoje, estão aprendendo e estão transmitindo, ou seja, fazendo parte daquilo ali. Vivenciando aquele conto.

Nesse projeto eu me envolvi, no caso, de organizar a peça todinha. Vários alunos me ajudaram. A professora, excelente, me ajudou. A escola excelente também teve uma participação ótima, vários professores ajudaram.

Margareth: Nós trabalhamos com João e Maria, a Bela Adormecida, a Lenda do Boto Cor-de-Rosa, que faz parte do nosso folclore. Os meninos também produziram um pequeno filme. A gente não foge da questão curricular. Vale nota. É aula. Só que uma aula bastante diferente. O prazer em si é ver os olhinhos de senhores, de senhoras, brilhar. E de saber… eu fui, eu tive dificuldade, mas venci, isso pra mim é o meu maior orgulho.

Novembro de 2010