Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Wakeboard no Lago Paranoá

profile

Memórias do Brasil

Descrição:

Eduardo Chauvet: Com vocês, o wakeboard no Lago Paranoá. Adrenalina pura e muita diversão.

Décio Wehbe: Eu e o Felipe a gente começou vendo vídeo. Compramos uma pranchinha nos Estados Unidos. Começamos bem no beabá mesmo.. há 5 anos atrás, quase.

Luiz Fellipe Carvalho: Wake é um esporte que você precisa muito do preparo físico.

Decio: O treino é seco, que a gente chama. Você tem que treinar no chão, cama elástica e depois vir pra água pra aplicar. Wake tem essa facilidade. Você tem passo a passo. Se seguir o livro de receitas, você chega lá e aprende

Luiz: Tem que ter paciência, isso é importante.

Décio: Paciência. E vai aprendendo truque a truque. E a gente vem conseguindo, já trouxe vários títulos para Brasília. Ele é campeão latino-americano, vice campeão brasileiro, eu sou campeão brasileiro também na minha categoria, o Alberto ficou em 3º lugar no ano passado.

Eu dou aula, o Felipe também dá aula. É só procurar a gente aí. A gente tem um preço por hora baseado no consumo da lancha e, se o cara quiser aula na própria lancha dele a gente dá também, sai bem mais barato por causa do custo de combustível.

Nos primeiros 15 minutos a pessoa já está em pé atrás da lancha. O esporte é super fácil, ele é radical mas você regula a intensidade que você quer.

Luiz: Brasília com certeza fica entre os 3 maiores picos do Brasil pra andar de wake pelo fácil acesso e porque aqui é show, é sol o ano inteiro.

Valberto Júnior: As condições, o lago liso. Brasília é o Havaí do wake.

Junho de 2002